Ingerir líquidos durante a refeição prejudica a digestão e engorda?

Entenda melhor por que esvaziar o copo junto com suas próximas garfadas pode não ser uma boa ideia.

Tamanho da letra:
A
A
  
  
Link permanente:
    
Publicado em: 06/09/2018

Se você é o tipo de pessoa que não consegue fazer uma refeição sem beber algo, certamente já ouviu que isso prejudica a digestão e engorda. É verdade. Entenda melhor por que esvaziar o copo junto com suas próximas garfadas pode não ser uma boa ideia.

Por que ingerir líquidos atrapalha a digestão?
O processo de digestão começa já na mastigação. Quando você bebe demais (acima de 200 ml, ou um copo médio) durante a refeição, a comida que está na boca vira uma pasta e é empurrada pelo líquido ao estômago, em vez de quebrada em partículas menores, como seria o ideal. Isso vai prejudicar a capacidade do organismo de absorver vitaminas e minerais, deixando a refeição mais pobre.

Os líquidos em excesso também deixam o suco gástrico --o ácido fabricado pelo estômago -- mais diluído e menos potente. Assim, ele perde sua capacidade de digerir o alimento e permitir a retirada de nutrientes como proteínas e glicose (carboidrato) da comida. Ou seja, você come, mas não absorve totalmente as substâncias que precisa --um desperdício!

Beber durante a refeição engorda?
Há muita gente que acredita na dieta da água: você enche o estômago com ela para comer menos e, assim, emagrece. Não caia nessa. Tomar muito líquido pode engordar não só diretamente, por aumentar significativamente as calorias da refeição --quando você consome suco de laranja, refrigerante e outras opções açucaradas --, como também indiretamente.

Mesmo se consumir bebidas sem calorias --como água ou opções zero açúcar --, ao encher o estômago de líquido você faz com que o cérebro registre uma falsa saciedade. Quando a sensação passar, como o corpo não recebeu nutrientes suficientes, a fome volta com tudo e o comum é compensar exagerando na próxima refeição.

Mais: entupir-se de água faz o estômago dilatar na hora. O órgão é um músculo que comporta um volume de cerca de um litro a um litro e meio de alimento. Mas ele tem a capacidade de se expandir em até quarenta vezes. Se você o enche, com o passar do tempo, o estômago se distende e será necessário uma quantia cada vez maior de alimento para saciá-lo. Assim, o total de calorias só sobe --e os dígitos na balança também.

Em que momento devo ingerir líquidos?
Você pode --e deve -- consumir líquidos ao longo do dia para se manter bem hidratado. Só procure diminuir bem a quantidade meia hora antes e nas duas horas depois das refeições. Nesses horários, evite especialmente os refrigerantes, que contêm gases que estufam o abdômen e atrapalham ainda mais os mecanismos da digestão.


Denise Lellis, nutróloga da Abeso (Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica); Juliana Chalup Canda, gastroenterologista do Cejam (Centro de Estudos e Pesquisas Dr. João Amorim) e Sara Bragança, médica ortomolecular e especialista em emagrecimento e saúde, do Rio de Janeiro.
Fonte: UOL
Enviada por JC
Edição: F.C.

Comentários
Nenhum comentário cadastrado. Seja o primeiro!
Deixe seu comentário
Nome *
Email *
Seu comentário *
Saiba mais
Sacada legal
Compreender é saber como seguir adiante.
- Ludwig Wittgenstein, filósofo.
Onde estamos
Rua Paissandu, 1894 - Centro
CEP: 64001-120 / Teresina-PI
Segunda a Sexta de 7h as 19h
(86) 3216-1122