Os Cegos e os Elefantes

Eram seis homens da Índia, desejando aprender muito, e que foram "ver" um Elefante...

Tamanho da letra:
A
A
  
  
Link permanente:
    
Publicado em: 28/09/2010

Eram seis homens da Índia, desejando aprender muito, e que foram "ver" um Elefante. Embora todos fossem cegos. Pensavam eles que cada um, por observação, poderia satisfazer sua mente.

O Primeiro aproximou-se do Elefante, e aconteceu de chocar-se contra seu amplo e forte lado. Imediatamente começou a gritar:?Minha nossa, mas o Elefante é semelhante a um muro?.

O Segundo, pegando numa das presas do animal, gritou: ?Oh! O que temos aqui tão redondo, liso e pontiagudo? Para mim isto é muito claro. Esta maravilha de elefante é muito semelhante a uma lança?.

O Terceiro aproximou-se do animal, e aconteceu de pegar na sinuosa tromba com suas mãos. Assim, falou então, em voz alta: ?Vejo?, disse ele, ? que o Elefante é muito parecido com uma cobra!?

O Quarto esticou a mão, ansioso e apalpou em torno do joelho: ?Com o que este maravilhoso animal se parece é muito fácil?, disse ele: ?Está bem claro que o Elefante é muito semelhante a uma árvore!?

O Quinto, por acaso, tocou a orelha, e disse: ?Até um cego pode dizer com o que ele se parece: Negue quem puder. Esta maravilha de Elefante é muito parecido com um leque!?

O Sexto, mal havia começado a apalpar o animal, pegou na cauda que balançava e veio ao seu alcance.?Vejo?, disse ele, ?o Elefante é muito semelhante a uma corda!?

E assim esses homens da Índia discutiram por muito tempo. Cada um com sua opinião excessivamente rígida e forte. Embora cada um estivesse, em parte, certo, todos estavam errados!

Moral

?Com freqüência, em guerras de opiniões, os disputantes prosseguem em total desprezo por aquilo que cada um dos outros quer dizer. E discutem, com grande convicção,  sobre um Elefante que nenhum deles viu!?


Edição: F.C. e J.C.
28.09.2010

Comentários
Nenhum comentário cadastrado. Seja o primeiro!
Deixe seu comentário
Nome *
Email *
Seu comentário *
Saiba mais
Sacada legal
Sentir é estar distraído.
- Fernando Pessoa, Poemas Completos de Alberto Caeiro
Onde estamos
Rua Paissandu, 1894 - Centro
CEP: 64001-120 / Teresina-PI
Segunda a Sexta de 7h as 19h
(86) 3216-1122