Evite acidentes com crianças dentro de casa e saiba como agir em casos de emergência

Cardiologista defende que se adote uma cultura de prevenção dentro de casa para ajudar a evitar cerca de 90% dos acidentes.

Tamanho da letra:
A
A
  
  
Link permanente:
    
Publicado em: 21/07/2016

Cardiologista responsável pelo Centro de Ensino, Treinamento e Simulação (CETES) do HCor - Hospital do Coração, em São Paulo, Dr. Hélio Penna Guimarães defende que se adote uma cultura de prevenção dentro de casa para ajudar a evitar cerca de 90% dos acidentes. Confira algumas dicas importantes e saiba como agir em casos de emergência.

Engasgos

Nestes casos, segundo o especialista, se a criança não desengasgar sozinha, os pais devem abraçar o filho pelas costas, na altura do peito, e fazer pequenas compressões com as mãos. "Essa manobra facilitará a saída do objeto ou alimento. É importante observar a reação da criança e, caso ela se torne inconsciente, acione imediatamente o serviço móvel de urgência e execute as compressões torácicas, as chamadas massagens cardíacas, semelhante ao que se faz em uma parada cardíaca", aconselha Dr. Guimarães.

Cortes

A primeira coisa a ser feita é lavar a área com água e sabão. Para estancar o sangramento, Dr. Guimarães recomenda comprimir o local com o auxílio de um pano limpo ou uma gaze. Se o corte for muito grande ou provocado por algum objeto, e o sangramento não parar, é preciso procurar atendimento médico imediatamente para que o controle seja realizado da forma correta.

Quedas

Certifique-se de que não houve fraturas e faça uma compressa de gelo. Observe se a criança está pálida, consciente ou se há alterações no comportamento, como sonolência ou agitação excessivas. Se isso acontecer, o ideal é procurar, imediatamente, avaliação médica.

Fraturas

Se há a suspeita de fraturas - se a região apresenta inchaço anormal -, o mais correto é manter a criança deitada e imobilizar a região. Procure um atendimento médico com urgência para avaliar a gravidade da fratura e recorrer aos procedimentos adequados. "Não tente colocar ou alinhar os ossos da fratura. Caso realize uma imobilização, evite ataduras muito apertadas", diz o cardiologista

Queimaduras

Quando ocorrer algum tipo de queimadura, peça ajuda. "Jamais utilize técnicas caseiras, como pasta de dente, café ou manteiga na área ferida. Apenas lave com água fria e corrente. A água ajudará a aliviar a dor, reduzirá a temperatura do local e evitará que o quadro se agrave", explica. "Se houver bolhas, não estoure. Ela é a proteção natural da área queimada. O tratamento deve ser feito por um profissional de saúde especializado", ressalta.

Afogamento

Baldes, vasos sanitários e banheiras também são os vilões do afogamento. Evite deixar os pequenos próximos a estes objetos sozinhos. Diante de uma situação de emergência, chame o serviço móvel de urgência. Em caso de inconsciência, as manobras de reanimação no afogamento são as mesmas realizadas habitualmente, priorizando sempre as compressões torácicas.

Fonte: Estadão
Edição: F.C.

Comentários
Nenhum comentário cadastrado. Seja o primeiro!
Deixe seu comentário
Nome *
Email *
Seu comentário *
Saiba mais
Sacada legal
“O que não se espera acontece com mais frequência do que o que se espera”.
- Tito Plauto, pensador e teatrólogo romano, sec. III.
Onde estamos
Rua Paissandu, 1894 - Centro
CEP: 64001-120 / Teresina-PI
Segunda a Sexta de 7h as 19h
(86) 3216-1122