Recriar desperta interesse de estudantes universitários

O sucesso do Projeto Recriar despertou o interesse da comunidade universitária. Na manhã desta sexta-feira (29), três estudantes de psicologia da Faculdade Santo Agostinho visitaram pela primeira vez uma reunião do projeto.

Publicado em: 29/02/2008

O sucesso do Projeto Recriar, programa de terapia ocupacional desenvolvido pela Oncomédica, despertou o interesse da comunidade universitária. Na manhã desta sexta-feira (29), três estudantes de psicologia da Faculdade Santo Agostinho visitaram pela primeira vez uma reunião do projeto. O grupo será voluntário do Recriar.

Os estudantes conheceram o trabalho do Recriar através de notícias divulgadas nos sites do Grupo Med Imagem e se interessaram pelo projeto em razão de seu pioneirismo e dos bons resultados apresentados. ?Procuramos a clínica, e tentamos encontrar uma forma de participar. Queríamos conhecer melhor esse projeto de sucesso?, afirma Tâmara Brito, estudante do 5º período de psicologia.

A atuação junto aos clientes que participam do Recriar é uma oportunidade para os estudantes conhecerem o trabalho que pode ser realizado através da psico-oncologia, um ramo bem interessante da profissão. ?É uma área muito instigante da psicologia, que requer um aprofundamento. Por isso queremos conhecer melhor o trabalho desenvolvido na Oncomédica, as pessoas que participam, um projeto pioneiro realizado aqui mesmo, em Teresina?, destaca Victor Marchel, estudante do 4º período.

O Recriar é resultado de um trabalho conjunto desenvolvido pela terapeuta ocupacional Haberlandy Rego e pela equipe de psicologia da Oncomédica, formada por Janua Coelli e Kyslley Urtiga. Todas as sextas-feiras, os participantes, clientes da clínica e seus familiares, se reúnem para realização de oficinas criativas, passeios e dinâmicas. Atualmente as oficinas são realizadas na sala de tratamento da Oncomédica.

De acordo com a psicóloga Janua Coelli, a chegada dos estudantes voluntários é muito bem vinda. ?Eles vão ter esse contato inicial com os participantes do projeto, observando as oficinas e aos poucos eles vão entender como a psicologia atua na oncologia?, explica.

Posteriormente, a equipe de psicologia quer inserir esses estudantes em outros projetos desenvolvidos na Oncomédica, como o grupo terapêutico e o treinamento de voluntários. ?Pensamos que eles podem participar do próximo treinamento de voluntários que vamos realizar na clínica, ainda como alunos iguais aos clientes que serão treinados?, afirma Janua.

Parece que a participação dos estudantes ainda vai longe. A primeira impressão dos futuros psicólogos sobre o Projeto Recriar foi a melhor possível. ?Os participantes são extremamente alegres, receptivos, não existe clima de hospital. É como se eles fossem uma família. Isto atesta o sucesso do projeto?, destaca Tâmara Brito

Clarissa Poty
29.02.2008

Álbuns

Instagram